Vitória tranqüila
Finalmente, uma vitória convincente do colorado. Não foi o melhor futebol do mundo, mas foi o melhor do Inter neste ano. O técnico Lori Sandri escalou um time equilibrado, que soube ter posse de bola (mesmo com erros) e teve tranqüilidade para dar o bote no momento certo. Foram dois gols de bola parada, mas aos trancos e barrancos, o time também avançou e parou de dar os “balões” para a frente. Ainda falta uma condução de bola qualificada do meio-campo, para que Oséas seja abastecido.

Falando nele, ontem ele havia prometido que iria fazer um gol e deixou sua marca, fazendo o segundo gol colorado em uma bola alçada no segundo poste, em que ele subiu mais que todos os zagueiros e imprimiu uma cabeçada forte, sua característica. O primeiro gol foi um peixinho de Edinho recebendo um cruzamento.

Mais que uma vitória, é um prenúncio que as coisas podem melhorar, mesmo depois dos últimos jogos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.