TÁ BOM
por Marcelo Camelo

Senta aqui que hoje eu quero te falar
Não tem mistério, não, é só teu coração
Que não te deixa amar
Você precisa reagir. Não se entregar assim…
– Como quem nada quer?
Não há mulher, irmão, que goste desta vida
Ela não quer viver as coisas por você
Me diz, cadê você aí?
E aí, não há sequer um par pra dividir

Senta aqui, espera que eu não terminei
Por onde é que você foi, que eu não te vejo mais?
Não há ninguém capaz de ser isto que você quer
– Vencer a luta vã e ser o campeão!
Pois se é no não que se descobre de verdade
o que te sobra além das coisas casuais
Me diz se assim está em paz
achando que sofrer é amar demais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *