Mais álcool na gasolina

Hoje leio o seguinte texto na coluna de Affonso Ritter:

O governo federal decidiu aumentar de 20% para 23% o percentual de álcool que é misturado na gasolina. A medida, confirmada pelo Ministério da Agricultura, entra em vigor em 20 de novembro e foi decidida durante reunião do Conselho Interministerial do Açúcar e do Álcool, que contou com a presença da ministra Dilma Rousseff. Com a alteração na fórmula, o consumo de álcool deve crescer. O governo decidiu atender a reivindicação do setor porque acredita que o estoque brasileiro de álcool, de 5,1 bilhões de litros, será suficiente para atender a demanda. Além do estoque alto, o governo lembra que a safra da cana-de-açúcar ainda não terminou.

Acho engraçado que, ao invés de baixar o preço para aumentar o consumo, os produtores sucroalcooleiros foram chorar pro governo federal, que prontamente atendeu o seu pedido. Quem paga a conta somos nós, é óbvio. Os trouxas que são obrigados a sustentar o “prejuízo” da cambada dos combustíveis.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.