O que é bom, volta depois de um tempo


Depois de alguns anos de separação e uma participação especial na trilha sonora do excelente Donnie Darko, finalmente o Tears for Fears volta com o seu novo álbum “Everybody Loves a Happing Ending“.

Sem trocadilhos, o final feliz da história (final?) é que o reencontro da dupla Smith/Orzabal é um prato cheio para os fãs da banda. Apesar da trajetória solo tanto de Roland Orzabal (que continuou com a marca “Tears for Fears”) como de Curt Smith apresentar um trabalho de qualidade, juntos é que eles oferecem o que tem de melhor. O novo disco traz a sonoridade pop que arrebatou legiões de fãs no mundo inteiro na década de 80.

“Este é o álbum que deveria seguir Seeds of Love em vários sentidos”, disse Orzabal no site oficial da banda. O texto do site nos diz que “quem escutou os Beatles no último trabalho de Roland e Curt juntos, poderá escutá-los novamente”. “Quando fizemos Sowing the Seeds of Love, nós estávamos ‘fazendo Lennon’. Mas devo dizer que a maior influência para este (último) álbum foi McCartney. Porque eu acho que McCartney é o novo Lennon” completa, entre gargalhadas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.