Comparando maçãs com laranjas

Para atiçar mais um pouco o nosso debate sobre Macs e PCs, repasso o artigo de Dan Frakes, da Macworld, que comenta estas comparações:

The Mac mini: Comparing Apples and Oranges
http://www.macworld.com/weblogs/editors/2005/01/miniapplesandoranges/index.php

The Mac mini: Apples and Oranges, a Follow-up
http://www.macworld.com/weblogs/editors/2005/01/miniapplesandoranges2/index.php

O artigo é uma comparação entre um PC barato (Dell) e um Mac barato (Mac mini). O Mac mini é a primeira investida da Apple em anos, para aumentar sua fatia de mercado (viu, Mello?). Vamos ver se dá certo.

Bill Gates vê PC no centro do “estilo de vida digital”

Meu amigo Roberto Drebes hoje:

Eu me espanto como o Bill Gates sempre leva uns 5 anos pra “ver” coisas que visionários se dão conta anos antes.

Eu não me espanto, não, Drebes. Bill Gates não é lento. É cara de pau. E não é a primeira vez que ele oferece produtos e crenças “requentadas”, tu sabes. A idéia do hub digital é 2000, com a introdução do iLife. “A Internet será a maior revolução do século” é de sei-lá-quando.

Mas ele tem seu mérito. Ele é ouvido pela maioria. Ele sabe formatar as “novidades” ao gosto do comum até a sua aceitação pelas massas. Bill Gates sabe vender tecnologia nivelando por baixo. E depois cobra caro por isto.

Não é como um Steve Jobs que é tão seguro de si que lança produtos às vezes tão visionários que naufragam em poucos meses. Não é como o “Steve Mau” que despreza as pessoas que não vêem as maravilhas que ele imagina. Não é um Steve Jobs que aposta toda a sua grana em um negócio que ele acredita, mesmo que possa se dar mal.

Não. Bill Gates é um cara seguidor, mas oportunista. Bill Gates é come quieto. Vai levando seu negócio devagar. Se aproveitando de seu tamanho para abocanhar tecnologias embrionárias já comprovadas mas sem dinheiro para se defender. É um bom capitalista. E recebe os louros por isto.

Mas sempre existirão os que pensam diferente, que inventam, chutam, experimentam, se quebram, levantam. Estes não movem o mundo. Eles revolucionam o mundo. Para depois serem seguidos pelos carregadores de piano.

Escolhe teu time. Think different.