O AMOR (ZERO SOBREVIVENTE)
(Juliano Goyo e Pedro Veríssimo)

Eu encontrei o amor
E foi como quebrar os dentes
O amor foi como um acidente
Foi cortante e de repente
O amor foi como um acidente

E olha o que restou
do amor

Eu desviei do amor
Mas foi como bater de frente
O amor foi como um acidente
Foi cruel e inconsequente
O amor foi como um acidente

E ninguém se salvou
do amor

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.