Florianópolis: sexta, 2 de janeiro de 2004.

Hoje, resolvemos mudar um pouco de ares e partimos logo depois do café para uma praiazinha muito simpática próxima, mas fora de Floripa, chamada Palmas. Passamos o dia lá, e o ponto alto, além da tranquilidade da praia, foi a nossa lauta refeição (incluindo muito camarão, é claro!) por um preço módico.

Na volta, o Guiga descobriu um “móca”, como disse a Paola, para comprarmos mais um monte de camarão para fazer no sábado à noite. (Por favor, alguém me ajude…)

Falando nisso, como estará o Tales? Um abraço, velho! Me lembrei de ti!

Definitivamente fiquei viciado no Magic. Lavei a louça de manhã e depois de lavar a *droga* da leiteira, declarei: “Bom, depois dessa, recebi a carta ‘Recusa de Lavar-Louça’! Vale uns 20 mil pontos!”. O Ricardo respondeu de pronto: “Sim, mas isso que eu não usar a minha carta ‘Coerção de Cozinheiro’, certo?”. Certo, certo… cozinheiro tem precedência. Sempre. 🙂

Ainda topei um War de noite, *morrendo* de sono. Teve uma hora que eu simplesmente fui me esconder no quarto, deitar na cama. Mas não deu muito certo, o Guilherme me descobriu logo… 🙂

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.