O lado folk de Diego Medina

[29 . 30]Aqui estou eu escutando as traquinagens folk do jovem mestre Diego Medina, feitas no final de 2003, início de 2004, e publicadas na Rede sob o singelo nome “29 . 30”, marcando a passagem de sua vida vintena para seu amadurecimento trintonho.

Escuto e aconselho. Seu Medinha é pródigo em compor lindas músicas pop rodeadas de letras bobas, sem pretensão. Barulhos, ruídos, embalos gostosos e estrofes como “leites e biscoitos/nunca vão muito longe/mas quando eles somem/ninguém sabe onde se escondem/me entupi de porcaria/e tenho dor no abdômem”.

Onde? Aqui: The Medina Brothers Orteskra presents 29.30. Visite enquanto ele tem saco de deixar no ar.

O guri é um gênio.

Longa vida ao Seu Medina.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.