Óculos

Ponho óculos
Tudo é certo
Tudo está reto
Tudo abre
Tudo é

A perna da gorda
Não é cheia
É gorda

O braço da magra
Não é fino
É magro

O rosto da noite
Não é fechado
É aberto

Tiro os óculos
Tudo é escuro
Tudo é incerto
Tudo não sei

A noite me abraça

Deixe uma resposta