Queijo na barriga e no carro

Em tempos de reciclagem e fontes alternativas de combustível, uma empresa de laticínios alemã, chamada Müllermilch (milch = leite), revelou que vai produzir etanol a partir de sobras de queijo de sua produção.

Inédito no mundo, o método consiste no reprocessamento do soro produzido durante a manufatura do queijo, convertendo em biocombustível o que antes ia para o lixo. A usina está sendo erguida em Leppersdorf, no sudoeste da Alemanha.

(Informação da newsletter da revista Amanhã.)

Deixe uma resposta