Escrever, escrever…

Uma vez um amigo me disse que se eu tinha o desejo escrever um livro, tinha que me exercitar, escrever sempre, qualquer coisa. Como tenho este caderno de rascunhos digital, nada mais óbvio que deixar aqui minhas mal-traçadas linhas, de qualquer maneira.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.